terça-feira, 22 de abril de 2008

Tremor de 5.2 graus atinge SP, PR, RJ e SC




Um tremor de terra de 5,2 graus(maior tremor nos últimos 100 anos em SP) na escala Richter foi sentido no final da noite desta terça-feira (22) em São Paulo. De acordo com, o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UNB) o tremor ocorreu a 270 km de São Paulo, ocorreu às 21h e durou cerca de cinco segundos. O epicentro foi localizado no Oceano Atlântico. Segundo Jorge Sand, coordenador do observatório, essa região tem uma atividade sísmica grande por ser uma plataforma continental, com interfaces de regiões mais densas e menos densas. O tremor foi sentido em vários pontos da capital paulista e de cidades do interior e do litoral. Sand acredita que as cidades de São Vicente, a 74 km de SP, e São José dos Campos, a 91 km da capital paulista também tenham sentido os efeitos do tremor. O Corpo de Bombeiros da capital informou que sentiu o tremor no prédio da corporação. Segundo os bombeiros, várias ligações de diversos pontos da cidade foram registradas com a denúncia do tremor. Em alguns lugares objetos chegaram a cair das prateleiras. A Polícia Militar informou que recebeu várias ligações da região de Santana, Cerqueira César, Avenida Paulista e Aeroporto, com relatos de pessoas que sentiram os prédios nos quais estavam tremer. Moradores de Santos, Peruíbe, São Bernardo e São Caetano do Sul e Limeira também sentiram o fenômeno. Segundo a PM, em Mogi das Cruzes, dois edifícios ficaram trincados por causa dos tremores. No Paraná, o tremor foi sentido em Curitiba e em São José dos Pinhais. Não há registros de danos em imóveis e nem feridos. No Rio de Janeiro, a Defesa Civil informou que recebeu chamados de tremor de terra em vários pontos do estado. Segundo o órgão, foram registrados casos em Vila da Penha, Brás de Pina, Ilha do Governador, no subúrbio do Rio, em Jacarepaguá, na Zona Oeste. O Corpo de Bombeiros está no local e vai avaliar a necessidade de esvaziar os prédios.(G1)


Um comentário:

TAKEO ITAKURA disse...

Nossa, muita gente sai daqui do Japão, por causa dos terremotos, mas pelo visto eles não sabem do que esperam por ai, rs...Parabéns pelo teu blog, é porreta! Abraços,
Takeo Itakura