segunda-feira, 24 de março de 2008

Cubículos do Oriente





Marianne Nishihata(G1), fez uma reportagem sobre as moradias dos mais de 300mil brasileiros que vivem hoje no Japão. Uma moradia comum no país tem um quarto (que também é sala), cozinha e banheiro, e independente do tamanho, as entradas têm sempre um local específico e rebaixado para as pessoas tirarem seus sapatos. Tóquio é a região onde as moradias são menores e mais caras – o aluguel de uma kitnet custa em média R$ 1,4 mil. A brasileira Francine Flora mora na capital japonesa desde 1998 e sente falta principalmente de conseguir encher a casa de amigos. E seu apartamento nem é pequeno para os padrões japoneses: tem 39,7 m², com quarto separado da sala, além da cozinha e o banheiro. “O primeiro lugar que morei tinha apenas 18 m²", brinca Francine, que adora preparar jantares mesmo ficando espremida em sua ‘cozinha-corredor’. Geralmente os pisos dos quartos são de tatame(palha trançada), e ao invés de camas, usa-se apenas acolchoados(futons) no chão. No banheiro, o chuveiro e ofuro(banheira a gás) ficam em repartições separados do vaso sanitário, isso poderia ser feito aqui no Brasil também. Para quem tem crianças é um verdadeiro sacrifício viver no Japão. Esse é o preço que um país paga por não ter sido previlegiado com espaço físico pela natureza, afinal o Japão tem o tamanho parecido com o do Estado de São Paulo porém com uma super população de 127 milhões de habitantes, e vale lembrar que o Japão é um arquipélago com muitas montanhas, perdendo muito em área habitável. Confira mais fotos de apartamentos de brasileiros no Japão aqui.(G1)

2 comentários:

Takeo Itakura disse...

Olha, realmente, os apartamentos daqui, é muito pequeno,mas comparando com os padrões do Brasil, é luxuoso! Este apto da Marianne, é um dos baratos, mas há vários prédios em estados precários e casas também, se entrar nos subúrbios de tóquio, se vê muitas moradias, sem condições de se viver, por ser barato demais, as pessoas, acabam optando em morar nelas. Em resumo,os preços e tamanhos de apartamentos é opcional, nem todos moram,do mesmo jeito que a Marianne, por exemplo, moro num apartamento que tem, dois quartos grande, sala grande, cozinha comparando a de Marianne é bem grande, banheiro e ofurô! E o preço é equivalente!

Anônimo disse...

No Japão(Toyohashi-Aichi) morei em kitnets da rede Leo Palace que tem no Japão inteiro, já vem equipada com tv, ar condicionado, maquina de lavar, geladeira, microondas, e uma vaga de garagem, o aluguél custava 65mil yens, mas era um comodo só, quarto e sala em um ambiente só, mas bem organizado. Os Japoneses sabem ocupar os pequenos espaços muito bem, não disperdiçam nem 1 m2.